sábado, 10 de janeiro de 2009

Por onde andam os Onda Choc?(Continuação)

-Claúdia Pinto

A Claúdia é jornalista freelancer em várias publicações e recebeu recentemente o prémio Eloquium.


Jornalista Portuguesa Conquista Eloquium 2008

Cláudia Pinto, jornalista do Jornal Centro de Saúde, venceu na categoria de imprensa especializada. Este ano, 40 jornalistas de 12 países diferentes, concorreram ao Prémio Eloquium que pretende reconhecer trabalhos jornalísticos que contribuam para aumentar o conhecimento da DPOC.


Os vencedores foram conhecidos no Dia Mundial da Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC) que se assinalou a 19 de Novembro. Pela segunda vez, o trabalho de um jornalista português é reconhecido pelo Júri do Prémio Eloquium. O artigo de Cláudia Pinto, jornalista do Jornal do Centro de Saúde, foi escolhido entre cerca de 40 candidaturas de 12 países.



Este ano o Prémio dividiu-se em três categorias: Meios Generalistas, Meios Especializados em Saúde e Televisão / Rádio. O Júri do Prémio Eloquium, constituído por médicos e jornalistas, reuniu-se em Amesterdão no dia 14 de Novembro. Após análise dos trabalhos e tendo em conta o contributo do artigo para o conhecimento da população em geral em relação à DPOC, o painel elegeu os vencedores do Prémio Eloquium 2008:



·Categoria "Meios Generalistas": Cinthya Leite, Revista JC, Brasil, A doença que rouba o fôlego;



·Categoria "Meios Especializados de Saúde": Claúdia Pinto, Jornal Do Centro De Saúde, Portugal, Especial DPOC;



·Categoria Televisão: Janeth Hinostroza, Channel 4, Equador, Programa sobre DPOC no Dia do Não Fumador.


Sobre o Prémio Eloquium

O Prémio Eloquium foi criado pela Boehringer Ingelheim em 2003, com o objectivo de reconhecer os trabalhos jornalísticos que, em cada ano, mais contribuíram para o aumento do conhecimento da DPOC junto do público. Ao longo destes seis anos, o Eloquium recolheu cerca de 370 inscrições, de 65 países.

Os jornalistas portugueses participaram em todas as edições. Em 2005, o Prémio Eloquium foi atribuído também a uma jornalista portuguesa: Rosalina Grilo, da Revista Saúde Pública, com o artigo "Mais de 600.000 portugueses sofrem de DPOC".

-Filipa de Castro

Video dos "Flocos de Neves" no bailado "Quebra Nozes" da CNB, com coreografia de Armando Jorge no Teatro São Carlos.
Comentem!!!

3 comentários:

Anônimo disse...

Olá! Apesar de não ser fã de balé, acho que os dois bailarinos estão de parabéns. Excelente forma física.Alguém tem uma foto da Filipa da altura dos Onda CHoc? Se puderem postar, era fixe!

Joana Azevedo disse...

Cláudia!
Parabéns, mais uma vez!
Beijinhos

Anônimo disse...

Parabéns ao dono do Fotoblog, tá excelente.